Novas edições do jornal A Laje

Plínio Lopes

As edições de fevereiro/março e abril/maio do jornal A Laje, vinculado ao MNPR (Movimento Nacional da População de Rua), vão começar a ser distribuídas na próxima semana.

A edição número 29 traz algumas dicas sobre abrigos e justiça para a população de rua, enquanto a 30 traz informações sobre o I Encontro dos Atingidos e a mudança de sede do MNPR.

Você pode ler o jornal acessando os links:
Edição 29 Fevereiro/Março - http://issuu.com/alaje/docs/fevereiromar__o2014final4/0
Edição 30 Abril/Maio - http://issuu.com/alaje/docs/abrilmaio2014/0

Visita dos alunos do Manoel Ribas ao DECOM é um sucesso

Bruna Letícia Junskowski

Um grupo de oito alunos do Colégio Estadual Manoel Ribas visitaram o Campus de Comunicação Social da UFPR na segunda-feira, dia 22 de setembro.

Eles fazem parte da rádio-escola Manecão World, projeto da aula de mídias, ministrada pela professora Anacláudia Oliveira em parceria com o Ncep.

Durante a visita, os alunos conheceram e utilizaram o laboratório de rádio, gravando a vinheta para a rádio. Eles também visitaram a imprensa universitária onde puderam ver de perto todo o processo de criação gráfica e impressão de conteúdo. Por último, os alunos conheceram a UFPR TV, viram a gravação do UFPR Notícias e tiveram a oportunidade de simular a gravação de um telejornal.

No decorrer dessa semana vamos colocar alguns depoimentos dos próprios alunos. Fique ligado!

Alunos na UFPR TV (Foto: Plínio Lopes)

Alunos gravando a rádio novela no laboratória de áudio do DECOM (Foto: Plínio Lopes)

Oficina de voz no Colégio Manoel Ribas

Plínio Lopes

Os alunos do Colégio Estadual Manoel Ribas participaram de uma oficina de voz nessa segunda feira, 15/09. Nela, treinaram trava – línguas e exercícios para a dicção, o que irá ajudá-los a desempenharem trabalhos futuros na rádio escola. Após a oficina, os alunos começaram a discutir sobre  a vinheta da Rádio Manecão World.

Luiza Guimarães trabalhando alguns trava-línguas. (Foto: Vinicius do Prado)

Oficina de texto no Herbert de Souza

Carlos Henrique Baldo e Plínio Lopes

Teve oficina de texto na Escola Herbert de Souza nessa quarta-feira. Os alunos procuraram as manchetes mais importantes do dia em jornais como o Bem Paraná e a Folha de São Paulo, e fizeram notas para rádio em cima dessas notícias. Com a nossa ajuda, os alunos deixaram os textos bem limpos e curtos, prontos para serem veiculados tanto no jornal mural da escola quanto na rádio escola deles, a Rádio Geração Z.

Alunos lendo o jornal e discutindo as notícias com a equipe do NCEP e o professor coordenador da rádio, Lisandro. (Foto: Carlos Henrique Baldo)

Tem novo projeto parceria no NCEP, o Cense Fazenda Rio Grande!

Plínio Lopes

O Cense Fazenda Rio Grande é um Centro de Socioeducação exclusivo para homens que assiste adolescentes sentenciados pela Justiça e que, justamente por serem adolescentes, não podem ficar internados em carceragens comuns. Nessas unidades eles recebem apoio médico, psicológico e têm estrutura para estudar e se capacitar, respeitando, assim, o ECA. Em parceria com o NCEP, os adolescente do Cense Fazenda Rio Grande vão produzir uma rádio que poderá ser transmitida para todos dentro da unidade.

As atividades já começaram e você pode acompanhar algumas delas em nossa página no facebook.

Vídeo homenagem em parceria com o Colégio Manoel Ribas

Plínio Lopes

Os alunos do Colégio Manoel Ribas apresentaram um vídeo feito em homenagem às pessoas que cuidam deles, no dia 31 de maio. O clipe ”Quem Cuida de Mim” foi feito pelos alunos do Manoel Ribas em parceria com o NCEP. A ideia do vídeo é mostrar o que os alunos mais gostam de fazer e aliar isso com o amor e o desejo de ficar junto das pessoas que cuidam deles, sejam os pais, mães, avós, tios, amigos e etc. A escolha do roteiro e da música partiu totalmente dos alunos, que contaram com a colaboração do Núcleo nos toques finais, na filmagem e na edição.

Confira o vídeo abaixo:

Nova parceria no NCEP: Colégio Estadual Herbet de Souza

Plínio Lopes

Nessa quarta-feira, 04 de junho, foi firmada em definitivo a parceria entre o NCEP e o Colégio Estadual Herbet de Souza. O Núcleo já trabalhou com o colégio por algum tempo, há cerca de 3 anos, mas agora devido a mudança das turmas e ao passar do tempo surgiram algumas carências em materiais jornalísticos, como por exemplo pautas e reportagens. Faremos 4 visitas no máximo, apenas para suprir essas demandas, já que a Rádio Geração Z já se encontra em um nível bem avançado.

O Professor Lisandro, coordenador do projeto da rádio, foi quem buscou o NCEP para esse retorno ao projeto. A parceria foi fechada pelo professor coordenador do Núcleo, Toni André, em conjunto com o Professor Lisandro. Em breve será possível acompanhar as novidades do projeto aqui pelo blog e pela página no Facebook.

Equipe do NCEP, representada pelo Prof. Toni, Valsui e Plínio na primeira visita ao Herbert nessa nova fase do projeto.

Novo canal no youtube do NCEP

O Núcleo agora possui um canal no youtube! Essa ação já vinha sendo pensada faz algum tempo, mas finalmente o NCEP conseguiu criar um canal para compartilhar os vídeos que serão feitos nos vários projetos que atuamos e os vídeos que faremos sobre educomunicação e afins.

Acesse o canal e fique por dentro das novidades: https://www.youtube.com/user/ncepufpr

Visita, mais que especial, da Ednubia Ghsi em reunião do NCEP

Jean Carlos Gemeli

Na última quinta-feira (8), a reunião do NCEP contou com a participação especial da Ednubia Ghisi, comunicadora popular que trabalha no Cefuria e na Terra de Direitos, além de militar junto ao Levante Popular da Juventude e à Frentex. A partir do texto “Jornalismo nas margens” de Elaine Tavares, ela conversou com o grupo a respeito de experiências práticas com comunicação popular.

O papel do jornalista com formação acadêmica em comunidades foi discutido, e ressaltou-se a importância da humildade do jornalista frente ao universo com o qual trabalha. Precisamos entender que não somos os heróis de uma mudança social, mas somos apenas mais uma força que contribua para que ela aconteça.

Outro tema de debate foi a importância de fazer com que o jornalismo seja mais sensível e pessoal, tanto em mídias alternativas quanto na grande mídia. Chegamos à conclusão que esse tipo de fazer jornalístico, infelizmente, raramente é posto em prática, acontecendo apenas em casos muito pontuais.

Ednubia reforçou junto ao grupo que, muitas vezes, o processo de produção da mídia é mais importante para a comunidade do que o produto final em si. Os membros comunidade devem ter participação ativa na produção, cabendo ao jornalista apenas o papel de facilitador.

Ednubia mostrou também a importância das outras linguagens (grafite, charge, fotografia, poesia, música, etc.). Além do produto final para o processo de aproximação, compreensão de conteúdos. Pois muitas vezes a metodologia é um fator chave para destravar o processo de comunicação entre os estudantes/jornalistas e o grupo com o qual trabalha. Neste caso, nos aproximar de comunicação popular é o caminho.

Toda a conversa foi permeada por troca de histórias e experiências dos participantes. Métodos, sucessos e fracassos nos projetos do NCEP e da Folha do Sabará serviram como exemplo prático dos pontos discutidos. Por fim, conversamos a respeito da importância da extensão dentro da universidade e da necessidade de democratização das mídias no Brasil.

Os NCEPPERS agradecem muito a presença da Ednubia, que é sempre bem-vinda em nossas reuniões. Outros estudos, debates e discussões estão programados para acontecer periodicamente, com eventuais gravações de podcasts.

Alunos do Colégio Manoel Ribas montam uma rádio novela

Plínio Lopes

Os alunos que participam da Rádio Manecão Online fizeram uma rádio novela para a feira cultural ”Educação em Tempo Integral”, de 2013 do Colégio Estadual Manoel Ribas. A história das personagens Esther e Felipe nos faz refletir sobre o preconceito. Roteiro, gravação e edição foram facilitados técnica e teoricamente pelos universitários Amanda Pupo, Anderson Amorim, Bruna Letícia, Fernanda Tieme, Mário Teixeira e Victoria Tuler.

Ouça abaixo a novela ”Amando as diferenças”, criada pelos adolescentes Ana Caroliny B. de Oliveira, Daniele Siqueira, Ereni Lima, Ayrton Gabriel de Moura, Gustavo Cruz, Iracema Dranka, Mateus Chagas, Matusalém Lima, Maurício Siqueira, Murilo Tadeu, Rafael Oliveira, Valéria Souza e Welliton Nunes.