Núcleo de Comunicação e Educação Popular seleciona novos integrantes na próxima quinta (25)

O Núcleo de Comunicação e Educação Popular da UFPR (NCEP) realizará processo seletivo para novos membros, próxima quinta-feira (25) às 13h30, no Departamento de Comunicação Social (DECOM), localizado na rua Bom Jesus, 650 – Juvevê, Curitiba. Para a seleção, na base de entrevistas, esperam-se alunos das três habilitações de Comunicação Social da universidade: Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas. Até quarta-feira (24), os interessados precisam registrar seus nomes na portaria do DECOM.

A convocação de novos integrantes está relacionada ao plano do NCEP de multiplicar projetos como o da Escola Estadual Herbert de Souza (vídeo acima) e do Movimento Nacional da População de Rua (abaixo). Assim, mais estudantes de escolas públicas e membros da sociedade civil poderão se beneficiar de redes educomunicativas criadas e fortalecidas pelo Núcleo.

Mário Teixeira

Encontro internacional sobre juventude e tecnologia finaliza primeiro lote de inscrições na próxima segunda

O II Encontro Internacional sobre o uso de Tecnologias da Informação por Crianças, Adolescentes e Jovens Adultos, em 16 e 17 de maio, conclui seu primeiro prazo de inscrições na próxima segunda-feira (15 de abril). É o período com a tabela de preços mais baratos para alunos de graduação, professores e público em geral que deseje comparecer ao evento no campus Higienópolis (SP) da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Dentre as palestras e mesas redondas que vão compor o encontro, haverá uma apresentação do Prof. Dr. Luli Radfahrer (vídeo abaixo) a respeito do “problema da educação em um universo autodidata, multidisciplinar e conectado” das 15 às 16h no dia 17. Em seguida, das 16h30 às 17h30, a Profª. Ms. Solange Duarte Palma de Sá Barros explicará por que a “formação da cidadania digital começa na escola”.

Para se inscrever, conferir valores e toda a programação, acesse http://ead.mackenzie.br/eventos/course/view.php?id=9.

Mário Teixeira

TV dos Trabalhadores veicula programa sobre a democratização da comunicação

O diretor de comunicação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC), Valter Sanches, o diretor da empresa Oboré, Sérgio Gomes, o escritor Vito Giannotti e o radialista Chico Lobo dialogaram sobre a democratização da comunicação no programa “Clique Ligue”, da TV dos Trabalhadores. A conversa de cerca de 40 minutos foi dividida em três blocos e colocada ontem no YouTube.

No primeiro segmento, Sanches desfez um engano comum sobre a regulação democrática da mídia: “[...] quando a gente fala em democratizar, não é pra calar a boca de quem já tem voz. É pra dar acesso a mais vozes que possam chegar à televisão, ao rádio, aos jornais, às revistas etc.”

De acordo com Lobo, na segunda parte, os novos comunicadores “[...] estão aprendendo a reproduzir modelo, simplesmente isso. Eles não estão sendo estimulados, de fato, para apresentarem uma nova linguagem, uma nova versão do fato, a versão popular, a versão do ‘ele’ cidadão.”

No último bloco, o representante da SMABC lançou uma provocação: “Por que que a população pobre, negra, deficiente, idosa não tem espaço na TV? Porque é feio. É feio pelos padrões estéticos estabelecidos pelos grandes grupos econômicos que querem vender produtos nos intervalos.”

Mário Teixeira

Especialização gratuita em Mídias na Educação encerra inscrições neste domingo

A Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná está com inscrições abertas para especialização em Mídias na Educação, modalidade a distância, até domingo (24 de março). Gratuito, o curso deve instruir professores da Educação Básica sobre como integrar diferentes mídias (TV, rádio, material impresso e Internet) à sala de aula. Haverá polos de apoio presencial em seis municípios paranaenses: Apucarana, Cerro Azul, Goioerê, Palmital, Prudentópolis e São Mateus do Sul. Para cada cidade, a oferta é de 70 vagas, que podem ser disputadas conforme as regras deste edital.

Mário Teixeira

Curta-metragem romantiza o nascimento da Educomunicação

Criado pela primeira turma de pós-graduação em Educom da USP, o curta-metragem abaixo, “Educomunicação: O nascimento” (2013), foi colocado no YouTube esta semana. O divertido e romântico filme representa metaforicamente o relacionamento entre Comunicação e Educação e, por isso, pode funcionar como ponto de partida para debates sobre a importância dessa interface teórica.

Mário Teixeira

91 entidades civis já assinaram nota pública pela democratização da comunicação

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação divulgou, em 22 de fevereiro, esta nota, que critica a omissão do Governo Federal no debate público por um novo marco regulatório das comunicações. Essa inatividade política é interpretada no texto como “[...] o alinhamento aos setores mais conservadores e o apoio à manutenção do status quo da comunicação, nada plural, nada diverso e nada democrático.” Até o dia 1º de março, a manifestação já havia reunido assinaturas de 91 grupos da sociedade civil e 45 pessoas. Para somar nome de instituição ou indivíduo à causa, basta encaminhar mensagem de apoio a secretaria@fndc.org.br.

Mário Teixeira

Documentário mostra benefícios de rádios comunitárias para Guiné-Bissau

O filme “A Voz da População” (2012), posto ontem no Youtube, documenta o trabalho cidadão de rádios comunitárias na Guiné-Bissau. Ao longo de aproximadamente 26 minutos, são exibidos problemas que essas emissoras ajudaram a combater, como desmatamento e epidemia de cólera. Realizado pelo cineasta polonês Andrzej Kowalski, o média-metragem (abaixo) contém entrevistas com protagonistas desse movimento de comunicação popular. Um deles é o diretor da ONG Acção para o Desenvolvimento, Carlos Schwarz, que declara: “Estas rádios têm o apoio, [...] vivem nas costas da população. E isso faz com que o poder tenha muitas dúvidas, muitas reservas em contestar ou querer silenciar [...]” as estações.

Mário Teixeira

Revista portuguesa inicia amanhã chamada de artigos científicos sobre Educom

A revista Comunicando, de caráter científico e acadêmico, abre amanhã (28 de fevereiro) sua chamada para artigos que estudem “Tecnologias de informação, novos media e literacia digital”. Organizada anualmente pelo Grupo de Jovens Investigadores da Sociedade Portuguesa de Ciências da Comunicação, a publicação aceitará textos sobre “Educação para os media” ou 10 outros domínios de conhecimento até dia 30 de junho. As opções temáticas e normas de envio estão expressas neste site, onde será distribuída gratuitamente a edição com os estudos selecionados.

Mário Teixeira

Assista a debate na TV Brasil sobre desafios de rádios comunitárias

A TV Brasil promoveu, nesta semana, uma discussão acerca das dificuldades políticas enfrentadas por rádios comunitárias. No programa Brasilianas.org, em cerca de 50 minutos, trocaram ideias o diretor de Acompanhamento e Avaliação de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Octavio Penna Pieranti, o coordenador da Associação das Rádios Comunitárias de São Paulo, Jerry de Oliveira, e o delegado da Polícia Federal, Armando Coelho Neto. Este último, ao se referir à criminalização dessas radiodifusoras, salientou que “[...] é uma maldade patrocinada pelas grandes emissoras.”

Mário Teixeira

Associação Mundial de Rádios Comunitárias divulga comparação entre leis do setor europeu e sul-americano

Completos 15 anos da Lei 9612/98, que regula nacionalmente emissoras pertencentes à Associação Mundial de Rádios Comunitárias, nesta semana, essa organização publicou este estudo comparativo entre a liberdade radiofônica na Europa e na América do Sul. Elaborado por um doutorando da Universidade Livre de Berlim, Nils Brock, e um da UFRJ, João Paulo Malerba, o artigo de 24 páginas avalia a legislação de 14 países, inclusive o Brasil, que se mostra um dos mais restritivos. Confrontando, por exemplo, “[...] o melhor caso europeu analisado (França, com até 3.000 watts) com o pior caso sul-americano (Brasil, com limite de 25 watts), temos uma diferença de até 120 vezes [...]” em potência de transmissão comunitária.

Mário Teixeira